segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Eu não vou...



...te pedir nada. Não vou te cobrar aquilo que você não pode me dar. Mas uma coisa, eu exijo. Quando estiver comigo, seja todo você. Corpo e alma. Às vezes, mais alma. Às vezes, mais corpo. Mas, por favor, não me apareça pela metade. Não me venha com falsas promessas. Eu não me iludo com presentes caros. Não, eu não estou à venda. Eu não quero saber onde você mora. Desde que você saiba o caminho da minha casa. Eu não quero saber quanto você ganha. Quero saber se ganha o dia quando está comigo.

Caio Fernando Abreu

sábado, 22 de outubro de 2011

Isso é !!

Eu morro e não rio de tudo!









 

Versinhos 'modernos'...


"Amor não é uma coisa que mexe por dentro e deixa marcas quando passa. O nome disso é diarréia."
"O sol nasce, a bicicleta anda, o gato mia e o urso panda."
"Antigamente eu me achava, hoje sei que sou perfeito!"
"Mãe, posso usar sutiã? -Não. -Por favor mãe. -Não. -Mas eu já tenho 15 anos mãe. -Já disse que não Paulo André."
"Percebi que a bebida exalta a minha beleza. Sempre que minha mulher me vê bêbado ela diz: "Bonito, hein!"
"Viva cada dia como se fosse o último, um dia você acerta."
"O cara era tão magro que o chuveiro dele só tinha um furo!"
"Tô mais perdido que o Tiririca lendo a enciclopédia!"
"Azarado é o Saci que nunca começa nada com o pé direito."
"Ando mais liso que sovaco de estátua."
"Eu tenho um amigo tão gay, mas tão gay, que ele nasceu de cesariana pra não passar nem perto!"
"O Twitter mudou a minha vida. Antes eu falava sozinho, agora eu falo sozinho com um monte de gente."
"Eu sei que o Homem Invisível está aqui! Por quê? Porque não estou vendo ele! (Chaves)"
"Desistir é para os fracos. Faça como eu, nem tente."
"Quando você sair de casa e um pombo te cagar na cabeça, agradeça a Deus por vacas não terem asas."
"No meu velório só queria ouvir uma frase: Olhem, ele está se mexendo!"
"Os ursos polares adoram o frio. Os bipolares às vezes adoram, às vezes não..."
"Sonhos têm significados. Quando eles acontecem significa que você está dormindo."
"Baseado em fatos reais: Maconha enrolada em jornal."

Fonte

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Vai passar...



"...Tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. Pois esse impulso às vezes é cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento, te surpreenderás pensando algo assim como 'estou contente outra vez'"


Caio Fernando de Abreu

É bem verdade...




“Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa.
Acredito que essa moça, no fundo gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera.
Estranho é que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é?
A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo para tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas?
A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar.
Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera?
E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. 
A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente. 
Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”


Caio Fernando de Abreu
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...